sexta-feira, 11 de março de 2011

Como surgiu: O carnaval

Acredito que a maioria da população brasileira seja apaixonada pelo carnaval, e não é à toa: festa, folia, dança, música, blocos, marchinhas, máscaras, papel picado, serpentina... ufa! São tantas coisas que posso até perder as contas. Mas será que toda essa população que segue fielmente a "mania" de carnaval, de folia? Provavelmente não. Então, se você faz parte do grande grupo de pessoas que ainda não sabem a verdadeira origem do carnaval (assim como eu não sabia antes de ficar curiosa pra saber), saiba agora.

Festas de carnaval na Grécia

O Carnaval surgiu na Grécia, por volta de 600 a.C. em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pelos tempos de colheita. A festa se popularizou ao decorrer do tempo e, posteriormente, foram acrescentadas bebidas e atos sexuais com a chegada dos romanos.

Carnaval na Idade Média

Depois de um bom tempo, com o início do cristianismo, a igreja não aceitava o carnaval devido às práticas deste festejo. Mas em 590 d.C. a igreja católica aceitou a tradição com suas próprias condições: o carnaval seria comemorado através de ritos cristãos, passagens bíblicas, etc. Ainda assim, muitas pessoas continuaram a tradição greco-romana da "festa da colheita", também conhecida como "festa da carne" e por aí vai...


Por tanto, quando o carnaval finalmente chegou ao Brasil depois de já estar presente em vários lugares do mundo, por influência maior de Portugal e da Europa, no geral, as fantasias e marchinhas misturadas ao samba e passaram a compor a alegria e diversidade brasileira, montando uma característica própria do país.
Existem também os tradicionais blocos carnavalescos, que hoje são divididos em vários gêneros, para todos os gostos. Mas pelo que conta a história, o primeiro bloco a sair na rua foi o Bloco Carnavalesco de São Cristóvão, no Rio de Janeiro. Imagine agora se fossemos conferir quantos blocos existem hoje em todas as cidades do Brasil!
Quer saber mais detalhes sobre a propagação do carnaval ao redor do mundo? Espere um pouquinho que estas serão histórias para os próximos carnavais... Aguarde!